Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

Destaques

latest

GDF Saúde já atende mais de 40 mil vidas e ajuda a desafogar o SUS

O Plano de Saúde do GDF Saúde pode ajudar  a desafogar o SUS e a proporcionar mais qualidade para os servidores do GDF e seus dependentes, q...



O Plano de Saúde do GDF Saúde pode ajudar a desafogar o SUS e a proporcionar mais qualidade para os servidores do GDF e seus dependentes, que não têm condições de pagar por um plano de saúde convencional. Os beneficiários do GDF Saúde têm à disposição rede credenciada com sete hospitais gerais, 12 hospitais especializados, quatro laboratórios e quase duas mil clínicas



O Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal - INAS foi criado com a finalidade de proporcionar o novo plano de saúde dos servidores, o GDF SAÚDE e implementar suas premissas fundamentais focadas na assistência, na melhoria da qualidade de vida e na orientação para atividades saudáveis de seus beneficiários.  

São dois hospitais de referência que passam a fazer parte do GDF Saúde. Segundo informações do Sírio-Libanês, os beneficiários do GDF Saúde podem dispor de atendimento ambulatorial (consulta e tratamento) em oncologia, hematologia, OncoHematologia pediatra, radioterapia e diagnóstico por imagem. Já no DF Star, estão à disposição dos beneficiários atendimentos na área de Oncologia, realizados pelo Instituto Brasiliense de Oncologia Clínica. Atualmente, o GDF Saúde já dispõe de uma rede credenciada composta por sete hospitais gerais, 12 hospitais especializados, quatro laboratórios e quase duas mil clínicas.

Ney Ferraz explica que, em junho do ano passado, em meio à pandemia do coronavírus, recebeu do governador Ibaneis Rocha a missão de tornar realidade o plano de saúde dos servidores públicos do Distrito Federal e, com isso, ajudar a salvar vidas. "As ordens foram claras e objetivas: atender a uma antiga reivindicação dos servidores, ampliar a oferta de serviços de saúde e desafogar o Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje, passados seis meses após o lançamento do plano e graças a uma bem-sucedida parceria com o BRB, o GDF Saúde é uma realidade", afirmou.

Mais de 38 mil servidores já aderiram ao plano e está em curso a adesão da Polícia Civil. "Nesse período, já superamos a marca de mais de 5 mil consultas ambulatoriais, de mais de 3 mil consultas de emergência, de mais de 46 mil exames e de mais de 300 internações", revela.

A Associação dos Delegados do DF e o Sindicato dos Policiais Civis aderem ao plano dos servidores do Distrito Federal. O Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal – Inas, a Associação dos Delegados do DF e o Sindicato dos Policiais Civis, assinaram nesta terça-feira (29), convênio para adesão ao plano GDF Saúde. Com o convênio assinado nesta terça-feira (29) vai ajudar a desafogar o SUS.

Com a celebração do convênio, 40 mil vidas, entre elas, policiais civis, delegados e suas famílias passarão a ter direito ao benefício que dependia da resolução de um impasse no Fundo Constitucional (FCDF), que é gerido pela União.

No mês de abril, os deputados distritais aprovaram a inclusão dos policiais civis no plano que foi prontamente sancionado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). A parceria entre o INAS e as forças policiais civis tornou-se possível após o consenso em relação aos descontos das mensalidades e das coparticipações por parte dos policiais.

O instituto disponibilizará a plataforma para as adesões o mais rápido possível para que os policiais e suas famílias possam usufruir do plano.

Para o presidente do Inas, Ney Ferraz, essa conquista irá desafogar o Sistema Único de Saúde (SUS) e encaminhará a corporação para os hospitais privados, levando tranquilidade aos policiais e suas famílias. "Estamos dando mais um passo para, nesse momento tão difícil de pandemia, poder ajudar a não só dar saúde, mas sim salvar vidas, no caso em especial da polícia civil".

Nenhum comentário