Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

Destaques

latest

Caiado concederá reajustes de até 7,2%​ para aposentados e pensionistas do Governo de Goiás

Proposta encaminhada pelo governador Ronaldo Caiado à Assembleia Legislativa inclui servidores inativos da rede estadual de ensino. Benefíci...


Proposta encaminhada pelo governador Ronaldo Caiado à Assembleia Legislativa inclui servidores inativos da rede estadual de ensino. Benefício deverá ser pago a partir de outubro


Fotos: Wesley Moura.

Por determinação do governador Ronaldo Caiado, todos os pensionistas e aposentados da rede estadual de educação foram incluídos no reajuste salarial anunciado no último dia 17 de agosto. A previsão do Governo de Goiás é de que o benefício comece a ser pago já a partir da folha de outubro, mês dedicado às comemorações do Dia dos Professores. A proposta de reajuste salarial já foi encaminhada à Assembleia Legislativa, onde deverá ser aprovada em breve.

O aumento salarial contemplará 34.860 servidores inativos e terá um impacto mensal da ordem de R$ 9.434.750,08. Por ano, o investimento na folha de pagamento representará um custo de R$ 113.217.000,96. Somando o pagamento dos salários dos ativos e inativos, o reajuste representa um acréscimo de R$ 19.466.834,26 mensais na folha de pagamento da Educação.

O reajuste seguirá os mesmos critérios adotados no cálculo dos vencimentos dos servidores na ativa. Ou seja, quem se aposentou ou recebe pensão referente ao cargo de professor P-1, P-2 ou do quadro transitório terá direito a 4,52% de aumento. Já para os professores nível P-3 ou P-4 e servidores administrativos, a adequação será de 7,20%.

Reconhecimento
O reajuste salarial que será concedido aos servidores da educação foi anunciado pelo governador de Goiás, na última terça-feira (17/08), durante entrevista concedida à Rádio CBN Goiânia e ao jornal O Popular.

Para Caiado, a medida é uma forma de reconhecer o trabalho realizado pelos educadores desde o início da pandemia da Covid-19. "Realmente é um time que eu, todo dia, agradeço, porque eles revolucionaram a Educação no Estado de Goiás. Essas professoras e professores foram de um empenho, de uma dedicação, de um carinho… E eu, também, tenho tentado cumprir com eles", afirmou ele.

Auxílio de aprimoramento
Durante a entrevista também foram anunciadas duas outras notícias: a criação do Auxílio Aprimoramento e a realização de um concurso público para contratação de novos professores.

O auxílio, no valor mensal de R$ 500, será destinado a todos os servidores ativos da Secretaria de Estado de Educação e o dinheiro busca incentivar a formação continuada dos profissionais. Já o concurso público deverá abrir, pelo menos, 3.500 novas vagas em diferentes áreas.

Segundo a secretária Fátima Gavioli, já está em andamento um estudo para análise do quadro de professores, mas já se sabe que, desde 2018, foram concedidas 3.500 aposentadorias e foram registrados 3.200 óbitos. O objetivo do concurso é preencher essas vagas em aberto.

Nenhum comentário