Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

Destaques

latest

Conheça os principais golpes aplicados em condomínios e como evitá-los

Tecnologia auxilia profissionais de segurança no controle de entrada e saída de visitantes e entregas A pandemia intensificou os pedidos por...

Tecnologia auxilia profissionais de segurança no controle de entrada e saída de visitantes e entregas



A pandemia intensificou os pedidos por delivery e as visitas em casa. Com o maior número de pessoas transitando dentro e fora dos condomínios, a busca por serviços de segurança privada disparou comparada à mesma época de 2019. 
 
No GRUPO GR, um dos maiores em segurança privada no Brasil, houve um aumento de 5% nas contratações desde o início da quarentena. Vigilantes, vigias, porteiros e controladores de acesso estão entre os cargos mais procurados para garantir a integridade física dos moradores, como comenta Vinicius Freitas, Diretor de Operações do GRUPO GR: "o aumento dos golpes no cenário de pandemia triplicou e motivou a procura por mais profissionais para redobrar a segurança local". 
 
Além de mais contratações, houve maior interesse por inovação no setor, o que ocasionou o aumento de 600% da procura por soluções de reconhecimento facial, com medição de temperatura e detecção de máscara, GR Face. A solução usa inteligência artificial para aprimorar a leitura e garantir maior velocidade e assertividade. Utilizado principalmente para controle de acesso, o reconhecimento facial não requer biometria ou o ato de encostar o crachá para liberação de catracas e portarias, o que foi de suma importância num momento em que era importante garantir o maior distanciamento possível.
 
"O reconhecimento facial é como uma chave individual do morador. O processo aumenta diretamente a prevenção de golpes, evitando falhas de identificação em relação ao suposto morador (invasor). Mas é importante manter um protocolo de segurança, por exemplo a entrada de uma pessoa por vez na eclusa", explica Freitas.
 
Outras tecnologias

Ainda na linha de controle de acesso, os bots (diminutivo de robots) funcionam como um assistente virtual para o controle de acesso descentralizado, conduzindo a operação de envio de convites e controle de chegada.
 
As rondas presenciais também foram parcialmente suspensas e o monitoramento em grandes plantas tem sido realizado por meio do GR Air, tecnologia baseada em drones. Além de oferecer amplitude de visão e velocidade de resposta imediata, o drone atinge áreas não alcançadas pelo CFTV (Circuito Fechado de Televisão). Os parâmetros de voo são definidos pelo gestor e as imagens são salvas diretamente na central de segurança e em nuvem.
 
O GRUPO GR também vem apostando em uma linha de alarmes inteligentes, baseada em análise de vídeo, com inteligência artificial em nuvem. O dispositivo ajuda a identificar apenas pessoas em cenas e em situações fora da conformidade, o que gera cerca de 80% menos falsos alarmes.
 
Confira os principais golpes aplicados em condomínios e evitados com o aumento da segurança:

Golpe do entregador
Com o aumento de entregas durante a pandemia, os bandidos aproveitam a situação para aplicar golpes. Muitos deles se vestem como entregadores comuns, com capacete, mochila e colete. Ao passar pela portaria, rendem o porteiro ou o morador. Para evitar a entrada, o ideal é que na portaria exista um passa-volumes e que o morador ou responsável da unidade venha retirar suas encomendas sem contato direto com o entregador. O portão deve permanecer o tempo todo fechado.

Golpe do falso agente de saúde
O golpe do agente de saúde ficou popular em 2020 por conta do início da pandemia, mas já era utilizado em outras situações. Os bandidos, disfarçados de agente sanitário, tentam entrar no condomínio com a desculpa da aplicação de testes ou do controle de pragas, por isso o condomínio precisa ter um controle rígido da entrada de estranhos por melhores que pareçam ser as intenções.
 
Golpe do prestador de serviço
Não é tão incomum serviços de internet, telefone ou de TV por assinatura precisarem de manutenção, mas os bandidos também sabem disso. Por isso, eles se disfarçam de prestadores de serviços para entrar no condomínio e assaltar. A entrada, portanto, só deve ocorrer na certeza do agendamento do serviço. 

Sobre o GRUPO GR
O GRUPO GR é referência nacional na prestação de serviços especializados de Segurança Patrimonial, Portaria, Controle de Acesso, Bombeiro Civil, Recepção, Limpeza, Segurança Eletrônica e atende condomínios (residenciais e comerciais), indústrias, hospitais, shopping centers, instituições de ensino, sites logísticos, redes de lojas, construtoras, facilities e empresas de vários segmentos em todo o Brasil. Atuante no mercado desde 1992, possui sede na capital paulista.

Nenhum comentário