Header Ads



Atendimento à Comunidade : Quase 5 mil demandas atendidas em três anos



Desde janeiro de 2019, Seac atua para aproximar o cidadão dos serviços oferecidos pelo GDF, contemplando demandas de natureza social

Foto: Marcos Santos.

"Cumprimos papel sensível e nobre ao ouvir pessoas, que, na maior parte mais carentes e simples, por nosso intermédio, são orientadas sobre seus direitos e expectativas"Severino Cajazeiras, secretário de Atendimento à Comunidade

Em três anos de atividade, a Secretaria de Atendimento à Comunidade do Distrito Federal (Seac) realizou mais de 4,8 mil demandas de várias naturezas, como procura por trabalho, reivindicações na área da saúde, política fundiária, segurança, transporte e mobilidade, entre outras reivindicações, na maior parte de natureza social.

Nesse triênio, a Seac, que iniciou os trabalhos em 21 de janeiro de 2019, se especializou na missão de aproximar o cidadão dos serviços oferecidos pelo governo. Esse formato é inovador no Brasil. A secretaria tem perfil transversal e se tornou um mecanismo para valorizar indivíduos e dar voz à sociedade, avalia o titular da pasta, Severino Cajazeiras: "Avalio que cumprimos um papel sensível e nobre ao ouvir pessoas, que, na maior parte mais carentes e simples, por nosso intermédio, são orientadas e encaminhadas sobre seus direitos e expectativas".

As demandas atendidas pela Seac incluem reivindicações na área da saúde, procura por trabalho e política fundiária, entre outras| Foto: Ascom/Seac

No primeiro ano da Seac, o maior número de atendimentos foi na área da saúde, com 742 processos, o equivalente a 28,2% do total. No mesmo período, a procura por empregos teve 498 registros, ou seja, 18%.

A secretaria trabalha para dirimir dúvidas e aprimorar o conhecimento dos cidadãos, aos quais é oferecida facilidade no acesso aos variados serviços sociais do GDF. Em 2020 e 2021, o tema da procura por emprego manteve-se na liderança entre todas as demandas, no patamar de 20% do total de registros.

A Seac também se empenha no desenvolvimento de potencialidades locais, apoio às lideranças comunitárias para ações de associativismo e voluntariado e à inclusão social, incentivo a projetos solidários e comunitários, desenvolvimento de novas tecnologias sociais e de integração.

Postar um comentário

0 Comentários