Header Ads



Armários e guarda-roupas podem ser usados como peças de decoração

Decoração baseada no estilo clássico romântico com armário aberto e arara conferem delicadeza nos detalhes
Crédito: Envato/ Divulgação


Móvel vai muito além da função de armazenar roupas e acessórios, e pode ser usado de diversas maneiras para compor um ambiente

Já pensou em utilizar um guarda-roupa ou armário como parte da decoração na casa? A boa notícia é que, na esfera da arquitetura e design de interiores, muitas composições podem ser criadas com elementos que, a princípio, não fazem parte do mesmo universo da decoração. No entanto, com uma dose correta de criatividade, equilíbrio e respeito à harmonia do projeto, pode-se chegar a resultados inusitados e surpreendentes. “Qualquer elemento, peça ou mobiliário se encaixa em diferentes tipos de decoração, seja para integrar o ambiente ou oferecer um toque de estilo. Uma dessas misturas é o uso de alguns tipos de guarda-roupas, que vão dos vários tipos de armários abertos aos com portas transparentes”, comenta Cristina Cardoso, arquiteta dos apartamentos decorados da Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii.

Armários abertos

No caso específico dos armários abertos, que podem ser no modelo de araras, eles podem ser de diferentes estilos: romântico, industrial e escandinavo. Ela explica que, de forma equivocada, atribuímos seu uso a ambientes mais despojados, ou a imóveis temporários ou alugados, onde geralmente o usuário não se dispõe a investir muito nesse espaço, tampouco em algo definitivo como marcenaria planejada, por exemplo. “Porém, essa é uma solução que pode ser o destaque do projeto, pensada como armário principal ou apenas apoio, para armazenar peças que serão reutilizadas antes de serem lavadas”, detalha, sugerindo a ocupação de um cômodo fechado ou um quarto extra para ser utilizado como closet ou despensa. “Há inúmeras maneiras de se adaptar um espaço dentro de um ambiente existente com uma nova função.”

Segundo a arquiteta, em geral, no quarto busca-se uma decoração mais aconchegante, mas que não deixe a praticidade de lado. Por isso mesmo, os armários abertos são uma ótima escolha para apartamentos compactos, pois ocupam menos espaços, ao mesmo tempo que possibilitam grande capacidade de armazenamento de pertences. “É interessante explorar a altura total das paredes, com prateleiras e nichos na parte superior, cabideiros ocupando a posição central e mais prateleiras ou gaveteiros na parte inferior. Dessa forma, é possível organizar roupas, sapatos e objetos de maneira muito funcional.” Com relação à estética, vale sempre ponderar o equilíbrio entre os elementos. Uma dica, de acordo com ela, “é utilizar peças antigas, de herança de família ou garimpadas, que, com nova roupagem, agregam personalidade e estilo na decoração”.

Portas de vidro

Para quem não abre mão dos armários mais tradicionais, com portas e compartimentos internos, a ideia e o visual dos armários abertos podem ser incorporados utilizando portas de vidro incolor. Essa possibilidade de manter o conceito de armário aberto preserva a identidade visual e a ampliação do espaço, apesar do fechamento dos armários. “Trata-se de uma solução mais definitiva, que requer um projeto bem detalhado. Nesse modelo, os objetos ficam mais protegidos e a ideia de permeabilidade visual e leveza se mantém.” É o caso do apartamento decorado Carmel, lançado em junho deste ano em Londrina (PR), que reúne essa nova tendência de portas de vidro em armários. Nesse projeto de decoração de interiores, a arquiteta usou da organização dos elementos internos para uma estética mais agradável, já que o interior continua exposto.

Organização

Apesar de interessante visualmente, a organização de armários abertos é fundamental para manter o ambiente aconchegante e agradável ao olhar. Cristina diz que existem inúmeras opções de caixas organizadoras, cestos, mini gaveteiros e ganchos que contribuem para que cada objeto tenha seu lugar. “A padronização dos organizadores, cabides e a divisão das roupas por cores, tamanhos e tipos também ajudam a criar um ambiente mais leve e muito mais prático”, acrescenta. Já para aqueles que têm dificuldades em manter a organização diária, ela orienta reservar um tempo na semana para se dedicar a isso ou instalar um varão com cortina na frente do armário. “Este é um recurso acessível, funcional e que pode agregar ainda mais estilo ao ambiente, basta criatividade.”

Cuidados antes de investir

Antes de escolher o modelo, é sempre necessário fazer um levantamento dos itens que serão armazenados e o espaço disponível no ambiente para não faltar nem sobrar áreas. Um desses modelos é o armário estilo cremalheira. “Esses móveis são divididos em basicamente três peças-chave: os montantes verticais instalados direto na parede, as mãos-francesas (que servirão de suporte para prateleiras) e as prateleiras (que podem ser de madeira, compensado, MDF, vidro ou chapa metálica)”, detalha.

Para esse tipo de armário, também existe uma grande variedade de acessórios, cestos, sapateiras, e varões para cabides que podem ser incrementados conforme a necessidade. “Esse modelo se adapta em qualquer espaço de parede disponível, servindo não apenas de guarda-roupa, mas também como armário em escritório, cozinha, lavanderia e despensa.” No entanto, é importante assegurar organização e  proteção contra sujeira, poeira, insetos, utilizando potes, caixas, e outros organizadores internos. Para produtos perecíveis é aconselhável usar etiquetas nos potes com os prazos de validade dos produtos .

Depois desse levantamento, a arquiteta orienta um cuidado extra na instalação que deve, de imediato, ser feito em qualquer tipo de armário. “Indispensável observar o projeto hidráulico para verificar se a parede em que será fixado tem canos embutidos. Caso não tenha projeto para consulta, vale utilizar um aparelho de scanner de paredes, que detecta a presença de encanamento de PVC ou ferro. Esse aparelho é encontrado facilmente em lojas de material de construção e é muito utilizado por instaladores de quadros e marceneiros.” A investigação, completa a arquiteta, é fundamental antes da instalação de armários, quadros ou qualquer objeto nas paredes, para evitar transtornos de vazamentos e outros inconvenientes.

Limpeza

Falar de organização é também falar de limpeza. Nos armários abertos, então, a limpeza é ainda mais necessária, principalmente em ambientes com janelas ou portas para áreas externas. “A poeira acumulada, além de sujar as roupas e os objetos, pode causar alergias e trazer uma série de danos aos produtos e aos moradores. Uma dica é usar caixas fechadas para acomodar peças mais delicadas e deixar as peças de uso esporádico, como roupas de festas e casacos mais pesados de inverno, em capas de tecido ou plástico, que as protegem de acúmulo de poeira.”

Outro detalhe é com relação aos animais de estimação, caso eles tenham acesso livre aos ambientes onde ficam os armários. “O maior problema, sem dúvida, são os pelos, que podem grudar nas roupas. Uma alternativa pode ser um pequeno aspirador de pó, uma escova macia ou rolo adesivo para a retirada de pelos ao escolher a peça de roupa para usar”, sugere Cristina.

 

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de dez anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, e Presidente Prudente, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5 mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 500 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.


Postar um comentário

0 Comentários