Header Ads



PM condecora jornalista Elijonas Maia com Medalha Tiradentes no título Comendador

O jornalista Elijonas Maia, coordenador de jornalismo na RecordTV em Brasília, foi condecorado nesta segunda-feira (27) com a Medalha Tiradentes, mais alta honraria da Polícia Militar do Distrito Federal. A honraria é agraciada a autoridades civis e militares que desempenharam funções em prol da sociedade e da polícia por meio do seu trabalho.

O jovem jornalista Elijonas Maia recebeu a medalha no título de "Comendador" ao lado da primeira-dama, Mayara Noronha, do governador Ibaneis Rocha, do comandante-geral da PM, coronel Vasconcelos, e demais autoridades do meio político, policial e jurídico.

O jornalista de 28 anos foi o mais jovem entre as 292 pessoas condecoradas na solenidade militar. Com 11 anos de carreira, oito são cobrindo jornalismo policial, desde o Jornal Satélite, Correio Braziliense, Diário do Poder e RecordTV, onde já foi estagiário, produtor, chefe de reportagem e coordenador de Jornalismo, responsável pelos cinco jornais locais da emissora, além de escrever para o portal R7, do grupo Record. No jornalismo policial, já acompanhou operações das polícias Federal, Civil e Militar e divulgou furos de reportagem em primeira mão, como a prisão do ex-senador Gim Argello pela Lava Jato.

Maia nasceu em Grajaú (MA), mas cresceu em Taguatinga (DF) e se considera brasiliense. Aos 25 anos criou sua agência de comunicação, voltada para o meio jurídico e político, com gerenciamento de crise e consultorias. Como jornalista, também já recebeu o Prêmio Corpo de Bombeiros de Comunicação.




Elijonas Maia e Brigadeiro Lorenzo, chefe de gabinete do Ministério da Justiça
Elijonas e coronel Edvã Sousa


Elijonas Maia e jornalista e empresária Suênia Dantas

Postar um comentário

0 Comentários