Header Ads



PROS Paraná demonstra apoio e lealdade ao Governo Bolsonaro



Deputada federal paranaense Aline Sleutjes conduziu o acordo para retirada da medida cautelar ajuizada pelo antigo presidente do PROS que travou a redução geral do IPI de automóveis, motos e produtos da chamada linha branca. 

O Partido Republicano da Ordem Social – PROS - solicitou nesta segunda-feira (4), ao Supremo Tribunal Federal, a retirada da ação contra o Decreto 10.979/2022, que reduz em 25% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O recuo aconteceu após tratativas da deputada federal paranaense Aline Sleutjes junto ao presidente nacional da sigla, Marcus Holanda, com apoio do deputado federal Toninho Wandscheer e o presidente da legenda no Paraná, Alisson Wandscheer. A ação estaria nas mãos do ministro Alexandre de Moraes. 

A intervenção da deputada federal abre caminho para o presidente Jair Bolsonaro sancionar o decreto que alivia a carga tributária sobre esses bens.

A retirada da ação foi uma das condições apresentadas pela vice-líder do governo no Congresso para ingressar no partido e disputar a vaga para o Senado pelo Paraná. Aline Sleutjes é representante do agro paranaense, braço forte do governo federal no Estado e presidente da Comissão da Agricultura na Câmara dos Deputados.  

Na noite de sábado (02), em Curitiba, durante evento de filiação e apresentação dos pré-candidatos a deputado estadual e federal e confirmação do nome de Aline Sleutjes como pré-candidata do PROS-PR a senadora, o presidente Marcus Holanda comunicou aos presentes a decisão do partido de retirar a medida cautelar contra o decreto presidencial. Mais de mil pessoas, entre deputados, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, apoiadores , comunicação, correligionários e simpatizantes estavam presentes e registraram seu apoio a parlamentar que vem fazendo história.

Postar um comentário

0 Comentários